E a balança tá em dia ?




ENTRENÓS , faltam POUCOS DIAS PARA O VERÃO , e a minha balança como sempre está e muito ultrapassada , nossa como é difícil essa minha luta constante com esse objeto e minha querida boca.
Dizem que somos o que comemos ... E é a pura realidade , porque quando fui pro SPA consegui emagrecer 09 kilos , e agora fico nessa preguiça sem fimmmm ...
Ai meninas se alguém souber de uma receita milagrosa , por favor me avisem... ( FECHAR A BOCA !)

Aí vão algumas respostas , para que nossa DIETA seja mais eficaz, pois dúvidas eu tenho e muitas, e vim esclarecer algumas que aprendi para vocês.

1- O que é considerado um cardápio saudável?A tradução de um cardápio saudável é simples. Quando a quantidade de calorias, carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais estão presentes em quantidades adequadas nas refeições diárias, significa que o indivíduo sabe montar um cardápio saudável. Basta respeitar as suas necessidades e preferências individuais.

2- Como evitar a má digestão?Alguns truques na hora de sentar à mesa são capazes de evitar o mal-estar após a comilança. COMER SEMpressa é uma boa tática. As refeições principais devem durar, no mínimo, 30 minutos . Controlar a quantidade de líquidos durante as refeições (não ultrapasse os 200 ml) e evitar alimentos ricos em gordura é outra investida contra a má-digestão. Vale lembrar que, se o mal-estar for crônico, é fundamental consultar um gastroenterologista. Ele vai investigar as possíveis alterações no sistema digestório.  

3-Existem alimentos capazes de acelerar o metabolismo?Alguns estudos indicam uma lista bem grande de alimentos eficientes na aceleração do metabolismo. Entre eles, destacam-se o chá, o café, o salsão, a pimenta e o gengibre. (Recheie seu cardápio com alimentos poderosos contra os quilinhos extras). No entanto, de nada adianta tomar muitos litros de chá com o objetivo de emagrecer, se hábitos equivocados ainda fizerem parte da alimentação do dia-a-dia, como o consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras e carboidratos refinados ou a não ingestão de frutas, legumes e verduras.

4-Por que é recomendável trocar o leite integral pelo desnatado?A quantidade de gordura presente em cada tipo de leite é a responsável pela grande diferença entre os dois. Por ser uma gordura de origem animal, ela é saturada e contém colesterol na composição. Considerando também que a gordura é o nutriente mais calórico, o leite desnatado tem menos calorias que a versão integral .

5-É aconselhável tirar a carne vermelha do cardápio?A resposta da nutricionista Alyne Alves Figueiredo é não. A carne vermelha é rica em proteínas, ferro, zinco e vitamina B12. Resumindo, elementos essenciais para o bom andamento da saúde, diz ela. Quem segue algum tipo de filosofia que exclui tal alimento do cardápio, como os vegetarianos, precisa repor as substâncias de outras formas, seja por meio de suplementos químicos ou redobrando a atenção sobre outras fontes alimentares dos nutrientes oferecidos pela carne como, por exemplo, derivados da soja e vegetais verdes escuros.

6-Beber durante as refeições prejudica a digestão?Depende. O líquido durante a refeição é bem-vindo, desde que em pequena quantidade, ou seja, um copo pequeno de 200 mL. "Nesse caso, a bebida irá ajudar a umedecer os alimentos auxiliando a digestão", explica a nutricionista. "Quando a ingestão é maior, ocorre o inverso. Há a diluição do suco gástrico que irá prejudicar o processo de digestão".

7- A obesidade tem cura?A obesidade é uma doença crônica multifatorial. Ou seja, ela pode ser resultado de causas genética, comportamental e metabólica. Quando o índice de massa corporal (IMC) é igual ou maior que 30, a obesidade é constatada. Como doença crônica, igual ao diabetes e à hipertensão, a obesidade não tem cura, mas tratamento, que precisa ser feito com a supervisão de uma equipe multidisciplinar: nutricionistas, médicos, psicólogos e fisioterapeutas , afirma a nutricionista do Minha Vida, Roberta Stella. 

8-Qual o primeiro passo para começar uma dieta de emagrecimento?A primeira regrinha é seguir as orientações de um especialista em nutrição. A nutricionista do Minha Vida lembra que, apesar da alimentação fazer parte do dia-a-dia, muitos mitos estão relacionados a ela, o que acaba confundindo pessoas leigas. Por isso, é arriscado tentar fazer um programa alimentar sem a orientação de um especialista.



E VAMOS LÁ MOÇADA , 
Ainda dá tempo...


Comentários

  1. Que coisa neh menina, é uns que tem q se controlar pra não engordar e eu qui controlando pra não perder peso, nossa qualquer coisinha fiko osso puro e pra recuperar nossa levo muuuuuito tempo... Bjus

    http://sublimesblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Rê ainda bem que esse problema ai eu não tenho. Como tdo a tda hora! =)
    Bezo e uma linda semana!

    ResponderExcluir
  3. Oi RÊ!
    Eu sou meio obcecada por magreza e nessa época do ano (calor) gosto de pesar 50 quilos. Ainda estou com 52, mas me puxando na academia!
    Fiz acompanhamento nutricional por um bom tempo, então, aprendi o que pode e o que não pode! Difícil é se reeducar pra sempre!!!
    Lila Czar
    seviracom30.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Agora fiquei ainda mais preocupada com a minha situação... se eu fosse mais alta não seria tão gordinha...kkkkkkkkkk
    bjusss

    ResponderExcluir
  5. Olha sempre fui bem magra, mas agora que estou tentando engravidar eu relaxei muito e já engordei bastante isso pq não estou gravida ainda!

    Bjs; Janini

    http://perfumedepitanga.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Ai posso falar uma coisinha...
    depois que casei, ah 9 meses, engordei 5 kilos...
    :(
    ai que triste... vou seguir os conselhos...
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Interessante é que sabemos de tudo isso e não colocamos quase nada em prática, apenas uma outra dica. Mas, obrigada Rê, por me lembrar de cada uma. Beijo

    Adriana Prado

    ResponderExcluir
  8. minha balança já não está em dia faz temmmmmmpo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas