A história de it bags os ícones da moda !



Por Yara Battistoni que mora em Londres há 4 anos,e trabalha com moda na Farfetch.



Você já se perguntou porque nós mulheres amamos e sonhamos com it bags? Podemos usar todas as desculpas para justificar o preço que elas custam, mas o fato é que bolsas ícones na moda revelam tanta arte e conceito que ganham quase vida própria.
Na minha opinião, quando sonhamos com uma peça “IT”, geralmente queremos dizer o quanto valorizamos essa forma de arte. E sabemos também que aquela bolsa de marca e peça ícone, vai dar uma outra dimensão para nosso look, transmitir os nossos conceitos e falar com muita gente que também gosta das mesmas coisas que a gente.
Mas nenhum designer cria uma bolsa ou roupa sabendo que sua criação vai ser uma peça ícone na moda. A verdade é que não existe uma fórmula, mas geralmente quando uma peça é feita com grandes doses de criatividade, inovação, qualidade e está ligada à pessoas igualmente ícone na moda, nasce uma peça IT. Para entender isso, talvez seja preciso rever a origem de como algumas it bags se tornaram uma peça sensação!

Kelly Bag by Hermes


A bolsa foi lançada originalmente em 1930 mas não causou muito impacto na época. Foi a partir de 1956 que a bolsa ganhou status de 'It-Bag', depois da princesa (e mito) Grace Kelly ter sido fotografada com a bolsa Hermes, mostrar que era fã do modelo e tinha uma meia dúzia delas em cores diferentes. Na época em que estava grávida, a princesa de Mônaco aproveitou o tamanho e formato da bolsa para tentar esconder sua barriguinha de grávida e distrair a imprensa, mas fez o mundo reparar na bolsa que ela sempre tinha à mão. Depois disso, os fashionistas apelidaram a bolsa de “Kelly Bag” e a bolsa ganhou esse nome oficialmente apenas 21 anos mais tarde. Até hoje a Kelly bag é cultuada mundialmente com milhares de fãs, incluindo celebridades como Victoria Beckham.

Chanel 2,55



A influente estilista francesa Coco Chanel é a criadora de uma das 'It-Bags' mais famosas de todos os tempos: A 2,55 (nome dado em homenagem a sua data de lançamento: fevereiro de 1955). Chanel foi notoriamente influenciada pela cultura equestre que resultou no efeito acolchoado, juntamente com sua alça em correia detalhada, que ainda é uma característica de muitas bolsas Chanel até hoje. Em 1983 o estilista Karl Lagerfeld se tornou o o diretor criativo da marca e acrescentou o fecho com o símbolo icônico 'CC'.

Fendi Baguette
Uma das it bags mais populares, a bolsa Fendi Baguette foi criada em 1997 e é mesmo perfeita para carregar ítens essenciais do dia a dia feminino. A bolsa foi desenhada para ser usada sob o braço, como se fosse mesmo um pão baguette (daí o nome) e se tornou uma peça ícone, imortalizada pela personagem Carrie Bradshaw da série Sex and the City. Hoje em dia há mais de 700 estilos diferentes da bolsa Fendi Baguette e continua sendo objeto de desejo.


Clutch de anéis de caveira Alexander McQueen


Lançada em 2007, a marca Alexander McQueen vem desde então, criando novos conceitos de bolsa clutch à cada nova temporada. Sempre trazendo a caveira como sua marca registrada, e acrescentando detalhes únicos como o pegador em formato de anéis e os desenhos inusitados, as bolsas clutch da marca inovaram o conceito das bolsas carteiras e viraram ícone pela criatividade indiscutível do estilista, entrando para a top lista de it bags.

Mulberry – Alexa


Depois que a diretora criativa da Mulberry, Emma Hill reparou que Alexa Chung estava usando uma maleta masculina velha, a marca decidiu criar uma 'It-Bag' digna do status da "It-Girl '. A bolsa Alexa
virou mesmo peça tão cobiçada que quase quadruplicou os lucros da Mulberry mesmo durante uma crise mundial.
A Mulberry é conhecida por nomear suas bolsas em homenagem às celebridades e it girls do momento, incluindo bolsas com os nomes da “nossa” modelo mais amada, Gisele Bundchen e mais recentemente da cantora Lana Del Rey- a bolsa em sua homenagem esgotou no primeiro dia!

Mochila Prada


A mochila foi criada em 1990 e ficou imortalizada na voz da personagem Bianca do filme “10 coisas que eu odeio em você” com a frase: “ Existe uma diferença entre ‘gosto’ e ‘amo’. Eu gosto do meu tênis Sketcher, mas eu amo a minha mochila Prada.” A mochila Prada é desde então admirada pelo seu design simples, seu tecido resistente e à prova de água, ganhando o coração dos fashionistas com seu estilo “cool” e de muita praticidade.

“I’m not a plastic bag”, by Anya Hindmarch


Quem imaginaria que uma simples bolsa-sacola de algodão seria uma it bag? Pois é, mas a famosa tote “I’m not a plastic bag” da Anya Hindmarch é sim uma bolsa ícone que traz sua história acoplada e continua em alta. Ela foi originalmente criada como a primeira ecobag do mundo fashion, aproveitando a influência da estilista para chamar à atenção ao movimento ecológico contra as sacolinhas de plástico.
Inicialmente a tote “I’m not a plastic bag” foi vendida bem baratinha para incentivar a adesão às bolsas de pano. Logo depois, a bolsa-sacola Anya Hindmarch rapidamente ganhou seu status de it bag após ter sido distribuída como um souvenir da festa pós Oscar da Vanity Fair de 2007 e ser vista nos braços de celebridades internacionais. Hoje a bolsa é uma peça ícone, uma it bag rara e super cobiçada.



Yara Battistoni
de Londres, para o Coisas Di Karol.


Comentários

  1. Karolzinha, eu não tenho loucura por bolsas, tenho uma ou outra mas nenhuma de marca, mas adorei as imagens acima. Super beijo e ótimo final de semana..beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina , e eu já sou apaixonada , por bolsas e sapatos !!! Que bom que gostou , um abração e até mais Carlinha ♥

      Excluir
  2. Chanel é ícone e um clássico. u.u amooo bjoo e ótimo finde

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mEU SONHO É CHANEL E FENDI , um dia chego lá Quézia , estava com saudades de vc lindona !!! Bjs ♥

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas