Creeper - bem polêmicos mas apaixonantes

Por
Ariane Tabari - Moda , tendências, estilo


Os Creepers começaram a serem usados na 2ª Guerra Mundial pelos soldados, eram perfeitos para o ambiente por serem resistentes. Nos anos 50 eles voltaram com tudo, com os Teddy Boys que ditavam tendências, e ficaram até os anos 90, uma moda underground. Muitos punks, rockeiros, góticos aderiram ao acessório. Seu nome original é Brothel-Creepers.





Os creepers têm características bem marcantes, é uma mistura de oxford clássico com tênis, com cadarços ou fivelas, sola reta com relevos laterais e a parte da frente em formato de U.
Em 2013 Chanel colocou eles em evidencia, já haviam aparecido em alguns desfiles antes, mas só agora caíram no gosto das fashionistas. No Brasil Triton e Amapô já abusaram deles, revistas como Elle e Marie Claire também abusam dessa tendência.




É um sapato bem polêmico, ou você ama ou odeia, mas ninguém pode duvidar que são super confortáveis, parece que estamos andando nas nuvens, permite uma pisada mais firme. Eu experimentei um na Carmen Steffens, é muito estranho de primeira mas da para acostumar, não sou muito fã, mas se achasse um mais neutro com certeza compraria, é uma peça que vale a pena investir pois combina com tudo. E o mais legal é que homens podem usar e ficam lindos.
É mais fácil combinÁ-los com um estilo mais pesado, mais rock, pois a maioria tem uma aparência mais pesadona (mas são super leves), mas você pode achar modelos mais simples que combinem com as românticas, há com saltos maiores ou menores, metálicos, com renda, neutros, masculinos etc, então não há desculpas que você não achou um que combine com seu estilo.

Muitas celebridades já aderiram a essa moda quem vem com tudo, como Rihanna (acima), Katy Perry, Jessie J e lindíssimo Jude Law , então inspirem-se e corram para achar seu creeper perfeito.















Ariane Tabari

Comentários