NEW YORK FASHION WEEK " Plus Size"



Maravilhosas , eu não sou à favor de ser gorda ( apesar de eu ser gordinha !) , mais um pouquinho mais de carne naquelas modelos fariam muito bemmmm!!!!! |(rsrsrsrsrsr ) O que acham disso???? O brasileiro ainda não se acostumou com a modelos Plus Size , mas na Europa e EUA já estão fazendo sucesso algumas modelos cheinhas , um exemplo delas é a FLUVIA LACERDA (brasileiríssima... ) ,que lá fora já fez capas de revistas de moda respeitadíssimas como a Vogue!!!! 
 Estava na hora de mostrar modelos saudáveis e comuns nas passarelas! Desta vez o exemplo veio na semana da moda de Nova York, que contou com o seu primeiro desfile com modelos GG.
A primeira fila contava com um grupo de peso– Nikki Blonsky, Gabourey Sidibe, Emme e KayCee Stroh fizeram questão de acompanhar o desfile com roupas
para a mulher normal que a indústria da moda cisma em chamar de “plus-size”.
“Esse é um passo de quilômetros de distância para a comunidade GG”,
comemorou Blonsky, atriz que ficou famosa por seu papel em Hairspray. “Nós nunca tivemos nada parecido com isto. Estamos na NYFW, evento que eu acho que é a maior semana da moda do mundo, e só de estar aqui é uma coisa enorme para nós”.
A modelo plus-size Emme também não poderia estar mais feliz. “Você precisa juntar forças para fazer uma afirmação e fazer parte de uma revolução. Isto é monumental em seu alcance”, afirmou. “Acho que isto vai fazer este show de moda não só significar muita coisa para a comunidade mais cheinha, mas acho que vai falar também com as casas de moda, os designers e os empresários envolvidos no mundo fashion. Por que não fazemos roupas acima do tamanho 42? Porque não temos tantas roupas tamanho 46, 48 e 50 nas lojas? Mudem o estilo de fazer compras e vamos ser amigas das curvas!”.  
É um caso para se pensar.. pois tamanho 42 aqui no Brasil não cabe mais na minha sobrinha de 12 anos. exageraram um pouco... Essa fase de anorexia deve estar acabando... 





Comentários

  1. Oi flor,adorei teu cantinho!Seguindo tá.

    Passa no meu e segue se gostar!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Re, finalmente consegui ver esse Post maravilhoso, to voando na net de novo, hehehe!
    Que linda essa modelo, top TUDO.
    Bjs
    Lucy
    http://produtinhosnocabelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. OI aqui vai o que eu penso:
    Como será que as modelos normais se sentiriam se todo o mundo as rotulassem como anormais ou fora dos padrões de beleza? Que fossem responsabilizadas o tempo todo por se parecerem com um saco de osso, assim como grande parte da mídia responsabiliza a pessoa por ser "Plus Size", como será que seria pra elas entrar numa loja de grandes marcas e ouvir, como eu que sou gordinha já ouvi " aqui não tem o seu Tamanho"?

    Acho muito importante sim que Nova Iorque tenha dado atenção a isso, mais entendo também que não vai ser só isso que trará mudanças no comportamento da indústria de vestuário no geral..
    Eu sou gordinha, e não sou doente, e muitas das "Gordinhas" que eu conheço também não são, mais quase sempre somos rotuladas como tal...
    Não quero parecer ranzinza e resmungona mais sim ser tratada como pessoa normal...e em várias lojas e lugares aqui no Brasil, ainda não acontece isso...
    Parabéns pelo blog e desculpe o desabafo!!!
    Um beijo
    Thais Costa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas